Gaio

Gaio (Garrulus glandarius)

  • Onde me podes ver: Parque Botânico do Castelo | Parque da Lavandeira | Parque Biológico
  • Observável em: Em cativeiro | Estado selvagem
  • Maior probabilidade de observação: Todo o ano
  • Habitat:

    Ocorre em todo o tipo de habitats florestais: carvalhais, montados, florestas de coníferas e florestas mistas de folhosas e resinosas.

  • Alimentação:

    De alimentação omnívora, preda invertebrados, principalmente escaravelhos e larvas de borboletas, de frutos e de sementes.

  • Reprodução:

    Constrói o ninho em árvores ou em arbustos, mais raramente em buracos de árvores. A postura ocorre em abril e é de 5 a 7 ovos. O período de incubação é de 16 a 17 dias. As crias deixam o ninho com cerca de 21 dias.

  • Estado de Conservação: Pouco preocupante
  • Curiosidades:

    No Parque Biológico é frequente observar gaios no estado selvagem. No entanto, os exemplares da instalação que pode também ver no parque reúne alguns que são irrecuperáveis para restituição à natureza.
    No outono os gaios fazem provisões de bolotas das quais se alimentam no inverno. Apanham as bolotas nas árvores, guardando-as no papo e transportando-as de seguida para o solo, onde as escondem sob o manto de folhas ou musgo.

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia

Contactos

Parque Biológico de Gaia

R. Cunha, 4430-812 Avintes, Vila Nova de Gaia, Portugal



Parque Botânico do Castelo

Estr. Penedo 353, Crestuma, Vila Nova de Gaia, Portugal

© 2018 Municipio de Gaia. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Municipio de Gaia

 

Câmara Municipal de Gaia

Rua Álvares Cabral 4400-017 Vila Nova de Gaia